Chery firma compromisso para instalar fábrica de veículos no ABC e a parceria com a Caoa

O interesse da Chery no Brasil é bem claro. De olho na movimentação da BYD e da GWM no país, a fabricante chinesa tem buscado formas de aumentar sua participação na indústria automotiva brasileira. Depois de anunciar que venderá carros das marcas Omoda e Jaecoo no país, a Chery assinou uma carta de intenções em Brasília (DF), com o compromisso de fabricar veículos na região do ABC, em São Paulo (SP).

Conteúdo deste artigo

Detalhes da carta de intenções

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC revelou mais detalhes em seu site oficial. O presidente do Sindicato, Moisés Selerges, e o diretor executivo, Aroaldo Oliveira da Silva, participaram da assinatura da carta de intenções na última quinta-feira (6), em Brasília. A Chery, junto com a Beijing Peak Automotive, comprometeram-se em iniciar a produção de ônibus elétricos e veículos na região da Grande São Paulo.

Planos futuros

Por enquanto, as fabricantes ainda não dão detalhes sobre o que exatamente será produzido além de ônibus elétricos, nem mesmo sobre prazos ou de quanto será o investimento no ABC Paulista. A Beijing Peak Automotive, uma fabricante de peças, iria utilizar o projeto de ônibus elétricos da divisão Chery Wanda e produzí-los em parceria, mas o plano exato não foi revelado.

De acordo com Selerges, as duas empresas começarão as discussões sobre a infraestrutura e o quanto de área precisarão para uma fábrica, para só então iniciar uma conversa com o governo brasileiro. Isto faz parte de um projeto chamado #Aretomada envolvendo o sindicato, as frentas parlamentares Brasil-China e BRICS do Congresso Nacional, e da IndustriALL-Brasil, para buscar investimentos para a região do ABC Paulista após a saída de fabricantes como Ford e Toyota.

Benefícios da região do ABC Paulista

“Temos um parque industrial consolidado, uma cadeia de fornecedores organizada, mão de obra qualificada e especializada, sistemas de governança que conseguem dar suporte para as empresas que estão na região, além de um espaço privilegiado com universidades, escolas técnicas, institutos de ciência e tecnologia que também podem dar suporte técnico para as empresas”, explica Silva.

Concorrência com a BYD

A situação é curiosa por envolver diretamente a Chery. A fabricante chinesa fez um acordo com o Grupo Caoa, que assumiu a operação da marca de carros no país. Isto não impediu a empresa de buscar formas de chegar ao Brasil por outras vias, anunciando a chegada de outras marcas como Exeed, Omoda e Jaecoo. A produção de ônibus elétricos seria outra forma de entrar no país, além de conseguir competir com a BYD, que prepara-se para produzir carros, ônibus e caminhões elétricos na Bahia.

Veja outros artigos parecidos com Chery firma compromisso para instalar fábrica de veículos no ABC e a parceria com a Caoa veja todos os conteúdos da nossa categoria Notícias.

Autocars Motors

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *