BYD inicia produção de dois novos modelos elétricos no Brasil

A BYD, uma das maiores fabricantes de veículos elétricos do mundo, anunciou o início da produção de dois novos modelos no Brasil: o hatch compacto Dolphin e o SUV médio Song Plus. Os dois carros serão fabricados na planta da empresa em Campinas (SP), que recebeu um investimento de R$ 150 milhões para ampliar sua capacidade produtiva.

Conteúdo deste artigo

Dolphin: o elétrico mais barato do Brasil

O Dolphin é o modelo mais esperado da BYD no Brasil, pois promete ser o carro elétrico mais barato do mercado nacional. O hatch tem um design moderno e simpático, com linhas arredondadas e faróis em LED. O interior é espaçoso e tecnológico, com uma tela sensível ao toque de 10,1 polegadas no painel e um painel de instrumentos digital.

O carro tem um motor elétrico de 70 kW (95 cv) e 18,3 kgfm de torque, que permite acelerar de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e atingir uma velocidade máxima de 155 km/h. A bateria de íons de lítio tem capacidade de 40 kWh e oferece uma autonomia de até 400 km, segundo a BYD. O tempo de recarga é de cerca de uma hora em um carregador rápido ou de oito horas em uma tomada convencional.

O Dolphin tem dimensões compactas, com 4,07 metros de comprimento, 1,77 metro de largura, 1,49 metro de altura e 2,54 metros de entre-eixos. O porta-malas tem capacidade para 311 litros. O carro conta com itens de segurança como seis airbags, controle de estabilidade, assistente de partida em rampa e câmera de ré. O preço sugerido do Dolphin é de R$ 149.990.

Song Plus: um SUV elétrico com estilo e espaço

O Song Plus é um SUV médio que se destaca pelo seu design robusto e elegante, com uma grade frontal imponente e lanternas traseiras em LED. O interior é refinado e confortável, com bancos revestidos em couro ecológico e um teto solar panorâmico. O carro também tem uma tela sensível ao toque de 12,8 polegadas no painel e um painel de instrumentos digital.

O carro tem um motor elétrico de 160 kW (218 cv) e 33 kgfm de torque, que permite acelerar de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos e atingir uma velocidade máxima de 185 km/h. A bateria de íons de lítio tem capacidade de 71 kWh e oferece uma autonomia de até 520 km, segundo a BYD. O tempo de recarga é de cerca de duas horas em um carregador rápido ou de 14 horas em uma tomada convencional.

O Song Plus tem dimensões generosas, com 4,68 metros de comprimento, 1,86 metro de largura, 1,69 metro de altura e 2,78 metros de entre-eixos. O porta-malas tem capacidade para 580 litros. O carro conta com itens de segurança como sete airbags, controle de estabilidade, assistente de partida em rampa, câmera 360º e alerta de colisão frontal. O preço sugerido do Song Plus é de R$ 269.990.

BYD aposta no mercado brasileiro

A BYD é uma empresa chinesa que foi fundada em 1995 e se tornou uma das líderes mundiais na produção de veículos elétricos. A empresa também atua nos segmentos de energia renovável, baterias e eletrônicos. A BYD chegou ao Brasil em 2015 e instalou sua fábrica em Campinas (SP), onde produz ônibus elétricos e caminhões elétricos.

Com o lançamento dos dois novos modelos, a BYD pretende ampliar sua participação no mercado brasileiro de carros elétricos, que ainda é incipiente, mas tem potencial de crescimento. Segundo a empresa, os carros elétricos da BYD têm baixo custo de manutenção, alta durabilidade e baixo impacto ambiental.

A BYD também oferece uma solução integrada de energia para os seus clientes, que inclui painéis solares, inversores, baterias e carregadores. A empresa afirma que essa solução pode reduzir em até 95% o custo com energia elétrica e em até 100% a emissão de gases poluentes.

Veja outros artigos parecidos com BYD inicia produção de dois novos modelos elétricos no Brasil veja todos os conteúdos da nossa categoria Notícias.

Autocar

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *