BYD Dolphin: o carro elétrico que promete agitar o mercado japonês

Continua após a publicidade..

O mercado japonês de carros elétricos está prestes a receber um novo concorrente: o BYD Dolphin, um compacto urbano que já faz sucesso em outros países, como Brasil e China. A BYD, uma das maiores fabricantes de veículos elétricos do mundo, anunciou que o Dolphin será lançado no Japão no dia 20 de setembro, como o segundo modelo da marca no país.

Conteúdo deste artigo

Conheça o BYD Dolphin

O BYD Dolphin é um carro elétrico que se destaca pelo seu design moderno e arrojado, com faróis e lanternas em LED, rodas de liga leve e teto solar panorâmico. O interior do carro é espaçoso e tecnológico, com painel digital, central multimídia com tela sensível ao toque, ar-condicionado automático, câmera de ré, controle de cruzeiro adaptativo e assistente de estacionamento. O carro também conta com diversos itens de segurança, como freios ABS, controle de estabilidade, airbags e alerta de colisão.

O Dolphin será oferecido em duas versões de bateria, com diferentes autonomias. A versão regular tem uma bateria de 38 kWh, que permite uma autonomia de até 301 km. A versão mais completa tem uma bateria de 50 kWh, que permite uma autonomia de até 405 km. Ambas as versões são compatíveis com o padrão de carregamento rápido CHAdeMO, usado no Japão.

Continua após a publicidade..

O motor do Dolphin tem uma potência de 70 kW (95 cv) e um torque de 180 Nm (18,4 kgfm). O carro acelera de 0 a 100 km/h em 10,9 segundos e atinge uma velocidade máxima de 150 km/h.

O preço do Dolphin no Japão ainda não foi revelado pela BYD, mas na China ele parte de 116.800 yuans (cerca de R$ 95 mil) e no Brasil ele custa R$ 149.800.

A estratégia da BYD no Japão

O lançamento do Dolphin no Japão faz parte da estratégia da BYD de expandir sua presença em novos mercados internacionais. A marca já vende no país o SUV elétrico Yuan Plus (Atto 3), que custa cerca de US$ 30 mil. A meta da BYD é ter mais de 100 concessionárias no Japão até o final de 2025, em parceria com a empresa japonesa Sojitz.

Continua após a publicidade..

A BYD também planeja lançar no Japão o seu modelo Seal, um sedã elétrico que deve chegar no final deste ano ou no início do próximo. A marca não pretende oferecer modelos híbridos plug-in no mercado japonês, focando apenas nos totalmente elétricos.

Com o Dolphin, a BYD espera conquistar os consumidores japoneses que buscam por veículos mais sustentáveis e econômicos. O modelo pode representar um desafio para as grandes montadoras japonesas, como Honda, Toyota e Nissan, que ainda têm uma oferta limitada de carros elétricos no país.

O Dolphin já é um sucesso em outros países, como Brasil e Chile, onde se destaca pela sua performance, design e custo-benefício. O carro foi o elétrico mais vendido do Brasil em agosto, com mais de 1.200 unidades comercializadas.

Continua após a publicidade..

O Dolphin também deve participar do Japan Mobility Show, um dos principais eventos automotivos do país, que acontece entre o final de outubro e início de novembro. A BYD será a primeira fabricante chinesa de veículos elétricos a apresentar seus modelos no evento.

Veja outros artigos parecidos com BYD Dolphin: o carro elétrico que promete agitar o mercado japonês veja todos os conteúdos da nossa categoria BYD.

Autocars Motors

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *