BMW M Prioriza Transmissão Automática, Abandonando Dupla Embreagem

Continua após a publicidade..

A divisão BMW M sempre foi conhecida por criar carros de alto desempenho que agradavam aos mais puristas, incluindo versões com câmbio manual, por exemplo. Porém, a preparadora oficial da BMW sabe que o mercado automotivo está mudando. E uma das mudanças afetará a empresa diretamente, por considerar que as transmissões automáticas com conversor de torque estão cada vez mais eficientes.

O resultado disso é que, segundo Dirk Hacker, chefe de desenvolvimento da BMW M, a transmissão automática irá substituir as automatizadas de dupla embreagem. “A dupla embreagem, do ponto de vista da BMW M atualmente, desapareceu. Agora é manual ou automático, e automático eletrificado para o futuro”, disse Hacker em entrevista à revista Top Gear.

Conteúdo deste artigo

A escolha pelo câmbio automático tradicional

O executivo explica que a empresa teve essa discussão ao desenvolver a próxima geração do M5. A equipe decidiu usar um câmbio automático tradicional com conversor de torque porque era mais confortável para a condução diária.

“O automático tem um desempenho melhor do que o de dupla embreagem. No M4 CSL, as trocas são mais rápidas e, por outro lado, também usamos esse câmbio automático no novo carro de corrida M4 GTR”, explicou Hacker. Observe que Hacker está discutindo apenas os planos para a divisão M, não para toda a empresa. Outros BMWs ainda poderão ter DCTs no futuro.

Continua após a publicidade..

O futuro dos modelos com câmbio manual da divisão

Ele também comentou sobre o futuro dos modelos com câmbio manual da divisão, e o prazo de vida é bem curto. “Se você der uma olhada ao redor, verá que o futuro dos fornecedores de transmissões manuais diminuirá. Portanto, não tenho certeza de que teremos essa possibilidade no futuro - mas no futuro significa seis, sete anos de previsão”, disse Hacker.

As declarações sobre o futuro da transmissão manual nos modelos M estão mais ou menos de acordo com os comentários anteriores do chefe da divisão Frank van Meel. “Infelizmente, o câmbio manual não está mais tão difundido. Ele está mais nos segmentos do M2 e M3, e do M4. E para esses carros, continuamos oferecendo o manual, e esses carros seguirão por um longo tempo até o final desta década”, disse ele em 2022.

Há relatos de que a BMW está considerando um câmbio manual para o BMW Z4 M40i. A Toyota já oferece uma versão semelhante para o Supra, portanto, não deve haver grandes desafios de engenharia para adaptar a transmissão - lembrando que o Z4 e o Supra usam a mesma plataforma e motorizações.

Continua após a publicidade..

A homenagem ao modelo clássico

A divisão M instalou recentemente um câmbio manual de seis marchas no 3.0 CSL, que tem uma tiragem limitada de apenas 50 unidades. Ele presta homenagem ao modelo homônimo da década de 1970 e tem uma carroceria de inspiração retrô. Sob o capô, está o 3.0 biturbo de seis cilindros em linha, produzindo 560 cv.

Veja outros artigos parecidos com BMW M Prioriza Transmissão Automática, Abandonando Dupla Embreagem veja todos os conteúdos da nossa categoria BMW.

AutoCar

Veja também